Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010
Euromilhões? Talvez, mas...

O estádio dos Barreiros fez jus à sua alcunha.

Num Caldeirão cheio de água, o jogo não poderia ser muito mais do que a caldeirada que foi. Em condições tão miseráveis, incompatíveis com um futebol de qualidade minimamente aceitável, e indignas de um campeonato profissional, foi o Vitória quem melhor se adaptou. Com a água a dar pelo pescoço, e com o jogo a ser impossível de se fazer com os pés, só sobrava mesmo a cabeça. O Vitória compreendeu isso mais rapidamente do que o seu adversário e por isso venceu o jogo. Podia ter sido o Roberto ou o Douglas, mas acabou por ser o Sereno. Podia até ter sido mesmo o Nuno Assis, já na parte final da partida.

treinador do Marítimo afirmou que tinha sido um jogo de Euromilhões.

Talvez… mas a verdade é que se assim foi, senhor Van der Gaag, o Vitória apostou bem mais do que o seu Marítimo, que não teve uma única oportunidade.

Afinal, até no Euromilhões há que se fazer pela vida…

                                                                                   José Rialto

(cartoon publicado no sítio da Associação Vitória Sempre)



publicado por Miguel Salazar às 23:47
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

Socratis sinistrus...

o "álb'oon" em destaque (...

o "álb'oon" em destaque (...

VAR - Video And Rescue...

Eh pá... Criem-na lá !...

O senhor Júlio vai à Rádi...

O senhor Júlio e o amigo ...

Contas de Merceeiro...

Esse Mito Urbano chamado ...

Esse Mito Urbano chamado ...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas