Domingo, 8 de Janeiro de 1978
No dia D, a Hora da Verdade...

(este artigo foi publicado no dia 27 Março 2012)

(advertência ao leitor: este texto  não tem carácter humorístico)

 

Emílio Macedo da Silva foi eleito como o 23º Presidente da Direcção do Vitória, em Março de 2007 e, apesar da sua gestão catastrófica, acabou por conseguir ser reeleito em 2010, com 2/3 dos votos.

Na recta final do seu primeiro mandato, EMdS conseguiu desperdiçar a oportunidade única que constituiu a nossa participação na última pré-eliminatória da Liga dos Campeões, com um dos clubes mais acessíveis que nos poderia ter calhado em sorte.

Criou inimizades com velhos amigos, “amizades” com velhos inimigos, e ainda arranjou tempo para aceitar, impávida e serenamente, todas as humilhações por que uns e outros nos quiseram fazer passar.

Não satisfeito com a obra (des)feita até então, EMdS logrou ainda, nos quase 2 anos deste seu segundo mandato, desbaratar as secções de voleibol e de basquetebol, que tantos títulos nacionais tinham arrecadado para o nosso clube, fazendo com que hoje em dia, as suas equipas se arrastem penosamente nos pavilhões, tolhidas que estão por inúmeros problemas, nomeadamente aqueles que são decorrentes dos incumprimentos salariais.

Em menos de 2 anos, EMdS e seus pares, conseguiram mergulhar na lama o nome do Vitória, com meses de salários em atraso, com incumprimentos ao fisco, à Segurança Social e a fornecedores, e ainda com o total desrespeito pelos negócios efectuados com outros clubes, na compra de jogadores que para nada, ou para muito pouco, têm servido.

Em menos de 2 anos, EMdS conseguiu, e apesar do encaixe extraordinário que resultou da venda do futebolista Bebé ao Manchester United, provocar um agravamento do passivo do clube em mais de 7 milhões de euros. Tudo somado, EMdS conseguiu desbaratar mais de 12 milhões de euros em menos de 2 anos.

O destino desse dinheiro é um dos enigmas mais intrigantes da actualidade do nosso clube.

EMdS foi exímio na defesa dos seus interesses pessoais, celebrando protocolos de contornos muito turvos, que ainda hoje são desconhecidos.

EMdS termina o seu reinado atolado na lama, de onde um dia há-de sair vergado pela vergonha, com a certeza de que terá sido certamente o maior erro de “casting” de sempre do clube, e de que terá sido autor das páginas mais negras da nossa história…

 

E depois de todo este descalabro, vem o candidato da lista B - Manuel Pinto Brasil - afirmar que afinal EMdS e seus pares até nem foram assim tão maus, e que o modelo da sua gestão é o mais apropriado para o Vitória (!!!).

O Vitória está perto do abismo, e MPB diz-nos que está tudo controlado.

Diz-nos que o dinheiro, quando for necessário, há-de aparecer, embora também reconheça que não faz ideia de qual seja a realidade das finanças do clube.

Na entrevista que deu à Rádio Santiago, disse-o e repetiu-o, pelo menos meia dúzia de vezes.

MPB exigiu ver as contas do clube, viu-as, acompanhado de quem bem entendeu, e agora diz que não sabe qual é a realidade do clube…

Já tínhamos visto as prestações de MPB, quando em debate, nas eleições de 2010.

Já tínhamos visto o seu comportamento nas Assembleias Gerais, insultando e vexando gratuitamente as pessoas de quem não gosta.

Vimos recentemente o modo como rapidamente se refugia no seu “bunker, quando teme o confronto ou se sente em inferioridade.

E vemos agora que afinal até subscreve algumas das coisas que de mais errado a anterior Direcção fez.

Tudo isto já vimos, e eu seguramente não quero ver mais.

 

Resta-nos Júlio Mendes, que esteve ligado à anterior Direcção, mas naquilo que de mais positivo ela teve, nomeadamente no trabalho desenvolvido na área do “marketing” – a da sua responsabilidade.

JM teve o engenho e a arte de conseguir recrutar os melhores elementos da anterior lista de MPB (a de 2010).

Com um projecto credível e com os pés bem assentes no chão, a lista A é hoje a nossa única esperança, para que o Vitória saia rapidamente do lamaçal onde EMdS nos lançou, e possa finalmente ser colocado no patamar que sempre foi nosso por direito, mas que na prática nunca antes tínhamos reclamado.

É com esta profunda convicção que, no próximo sábado, eu votarei na lista A

 

Fernão Rinada



publicado por Miguel Salazar às 00:15
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

12 comentários:
De anónimo a 28 de Março de 2012 às 12:26
Vai votar pela venda do futebol do VSC a quem? A EMS?


De Fernão Rinada a 28 de Março de 2012 às 20:02
Eu vou votar pela viabilidade do clube.
Pela sua sobrevivência.
E o senhor(a), por quem vai votar?
Pela maledicência, pela insinuação, pelo insulto, e pela falta de um projecto minimamente credível?
Acha mesmo que PB vai conseguir arranjar algum dinheiro na banca?
E no Pai Natal, ainda acredita?
Já não chega aquilo que nos fez EMdS e a sua comandita?
Mais de 10 milhões, em menos de 2 anos, foi aquilo que desapareceu. E ele também prometia deste tipo de mundos e fundos de PB...


De anónimo a 28 de Março de 2012 às 23:29
Chega-me perfeitamente o que fez EMS e a sua comandita, por isso mesmo que não vou votar nos elementos da sua comandita.
Sabe em que lista estão esses elementos? Júlio Mendes, Eduardo Leite, Isidro Lobo...
Haja paciência para a cegueira...


De Miguel Salazar a 28 de Março de 2012 às 23:43
O senhor(a) fará aquilo que bem entender, mas gostaria de lhe lembrar, já que é tão rigoroso no passado dos candidatos da lista A, que também o Dr Dias Pereira, candidato a Presidente da Assembleia Geral da lista de Pinto Brasil, pertenceu à Direcção de Emílio Macedo.
E agora, o que vai fazer?
Votar em branco?


De anónimo a 29 de Março de 2012 às 00:03
Votar por aquele que tem menos elementos com ligações ao passado... Sabe quem é?


De Miguel Salazar a 29 de Março de 2012 às 00:35
Mais importante do que "quem tem menos elementos com ligações ao passado", é saber quem tem menos responsabilidades nessas ligações ao passado, o que é bem diferente e poderá ser bem mais discutível.
Se esse for o seu critério, não sei se não terá de mudar de ideias...


De anónimo a 29 de Março de 2012 às 13:12
Não queira tapar o sol com uma peneira, por muitos amigos que tenha na lista A, as evidências estão à vista de quem tem olhos na cara.
É capaz de dizer que jogar os jogos mais importantes da época sem patrocínio nas camisolas foi do Dias Pereira?
O orçamento feito pela direcção demissionária, relembro que na altura o julio mendes se encontrava no exercício de funções como membro da direcção na área do marketing, de onde provem receitas foi do Dias Pereira?
Você opta pela venda do VSC, eu sou completamente contra essa solução que dizem ser única, talvez por compreender um pouco de mercados, investimentos e investidores... E de jogadas de bastidores também dou uns "toques"...
Ao contrário de si, não tenho qualquer relação de amizade ou negócios com qualquer elemento que compõe qualquer uma das listas. Talvez por isso consiga ver os dados apresentados com rigor e isenção, talvez por isso veja que o VSC está a saque (de uma forma irreversível) por parte da lista A, talvez por saber alguma coisas de investidores e de SAD's lhe possa dizer que o seu amigo só permanece no futebol se tiver o comportamento desejado...
Pode refutar esta afirmação da forma que quiser, recorrendo até a várias figuras de banda desenhada, contudo isso não altera a lei do mercado muito menos a vontade dos investidores...


De Miguel Salazar a 29 de Março de 2012 às 17:44
Assim sendo, meu caro, nem vou perder o meu tempo...


De anónimo a 30 de Março de 2012 às 01:09
Será que contra factos não há argumentos credíveis?
A realidade é difícil de contrariar...


De Miguel Salazar a 30 de Março de 2012 às 09:28
Meu caro, por muito que lhe custe a entender, eu, ao contrário de muito boa gente, tenho vida para além do Vitória, das caricaturas e do próprio blogue.
Já tentei explicar, ao longo da resposta a muitos comentários neste últimos artigos, as razões da minha posição.
No meu entender, já perdi demasiado tempo com isso.
De modo que se conseguir entender, ficarei muito contente.
Caso contrário, irei tentar sobreviver ao desgosto...


De anónimo a 31 de Março de 2012 às 01:11
As razões são suas e você lá sabe delas...
Agora os argumentos, esses que escasseiam a quem você apoia, custam a contrariar...
"Os sócios irão decidir em assembleia municipal" - será que os sócios do VSC vão passar para a Câmara? Onde andara a cabeça deste candidato?


De Miguel Salazar a 31 de Março de 2012 às 12:29
Afinal, parece que o consegui sensibilizar...
Pelo menos agora, os seus comentários já são feitos com muito sentido de humor.
Bem vistas as coisas, eu até poderia ter aproveitado esta sua ideia para um dos meus cartoons.
De facto, pôr um apoiante do PB a criticar a forma do discurso de JM, está muito bem pensado. Parece aquela rábula do roto a criticar o descosido.
Muito bem. Parabéns pelo seu sentido de humor.
Quem diria, a avaliar pelos seus primeiros comentários...


Comentar artigo

procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

a Sétima Cruzada da Era M...

O rapaz do Bar...

Bongani Zungu...

Em busca da segunda chave...

A primeira das duas chave...

8º aniversário do “ÁLB’oo...

O homem-forte, o menino b...

Dragão d'Ouro...

Janeiro, o mês do nosso m...

O "déjà vu" de Jorge Simã...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas