Segunda-feira, 26 de Março de 2012
a Sucessão...

A coroa emergiu finalmente do lamaçal onde a mantiveram durante tanto tempo.

Emergiu... e vai mudar de mãos...

No dia da Sucessão, ela poderá ir para as mãos daqueles que encaram de frente os seus desafios, e têm uma estratégia para o fazer, ou então poderá ir parar às mãos daqueles que, temerosos, se refugiam na segurança dos seus "bunkers" e que não fazem a mínima ideia do que haveriam de fazer com a coroa do Rei.

Cabe-nos a nós decidir para que mãos afinal ela irá.

Estou certo que o saberemos fazer em consciência... 

 

José Rialto

 

(cartoon publicado no Depois Falamos)



publicado por Miguel Salazar às 21:55
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

19 comentários:
De Amadeu a 26 de Março de 2012 às 22:52
José Rialto,

Se a lista A ganhar, "...vai mudar de mãos.."? Não me parece.

A sua opção está do lado do Milo, o que para mim é um contra-senso. A lista A, 1º confiava no cumprimento da palavra de EMS para liquidar os salários e em menos de uma semana, o que mudou?

De onde vem o dinheiro? Em troca de quê? Acções para credores?

Cabe-nos a nós decidir, mas convém abrir os olhos.

Vitória dos Sócios.


De Miguel Salazar a 27 de Março de 2012 às 18:32
O Amadeu não tem obviamente a obrigação de me conhecer.
Ou melhor, não teria se não tivesse vindo aqui (ao meu blogue) deixar o seu comentário, porque a partir do momento que o fez, poderia (e deveria) ter procurado um pouco para perceber aquilo que eu penso sobre a vida do nosso clube.
Se o tivesse feito, saberia que sou um crítico da gestão de Emílio Macedo da Silva, desde o início da época de 2008/2009.
Se um dia quiser ter a maçada de procurar aquilo que eu já desenhei e escrevi a esse respeito, seleccione a “tag” “emílio macedo” e poderá ficar um pouco mais esclarecido sobre o assunto.
Pode ser que nessa altura consiga perceber a enorme injustiça que acaba de cometer, ao vir ao meu blogue insinuar que eu possa de algum modo estar com Emílio Macedo da Silva ou com aquilo que ele representa.
Se outra prova não existissse, o facto de eu o ter caracterizado da maneira que pode ver neste cartoon, poderia dar-lhe uma pista…

Quanto ao dinheiro para pagar os salários, julgo que o Amadeu deveria ter ficado satisfeito, como eu fiquei, em saber que, no caso de serem eleitos, irão resolver de imediato os problemas mais prementes do clube e que podem já hoje, e a todo o momento, provocar a debandada geral do plantel, por justa causa.
A única coisa que me surpreende é que Júlio Mendes tivesse precisado de tanto tempo para perceber que EMdS “apenas” não irá cumprir mais uma das suas inúmeras promessas.
Quanto à origem desse dinheiro, eu não sei, mas também não sei donde virão os milhões de Pinto Brasil.
No entanto, Amadeu, concordo consigo quanto à importância de se saber de onde ele vem… um e outro…


De Amadeu a 28 de Março de 2012 às 11:00
Estou tão desiludido com as pessoas, que tenho procurado evitar expressar o que sinto, porque corro o risco de ser desagradável e para alguém que julgava que conhecia e apreciava, porque me identificava com, apenas por aqui, pelo seu blogue e, por isso mesmo via que em relação ao VSC, coincidia com a minha opinião/visão.

Ainda agora, quando vinha aqui responder-lhe, leio algo de F.Rinada, que é do mais falacioso e tendencioso. Lembro apenas além de JM, mais elementos suspeitos da direção demissionária.

Por achar que o Miguel Salazar tinha precisamente a mesma má opinião sobre a gestão de EMS e por pensar que não é pessoa ingénua, não entendo como é possivel defender a lista A, que em tudo evidencia a continuidade de EMS.

Lembro as primeiras incursões sobre a SAD, iniciada por L.Baltar, João Cardoso, depois a receptividade de EMS e termino com estas palavras do pretérito dia 07 de Janeiro deste ano (sim, ainda não fez 3 meses...):

"Agora dar o dito por não dito, tentar meter a SAD num "pacote" mais amplo em futura assembleia geral ou encostarem os sócios à parede com uma ameaça sádica tipo "ou SAD ou o descalabro" é que é totalmente inaceitável.
Porque configura aquilo a que se pode chamar uma "golpada".
E a isso todos os vitorianos serão chamados a opor-se."

Custa-me ver alguém com aquilo que tem vindo a demonstrar ser, não ver de onde vem esta ideia de SAD e allinhar numa reviravolta como uma qualquer Palmira deste burgo, onde tudo é desculpável, tudo é flexivel e ajustável.

É possivel o Vitória do Sócios e não é para passar um pano na pintura que EMS "borrou".


De Miguel Salazar a 28 de Março de 2012 às 23:10
Não recordo, quais foram as minhas palavras sobre esse assunto, mas poderiam bem ter sido essas, porque de facto elas traduzem o meu pensamento de então (e o de hoje). De facto, não era lícito que a Direcção do Vitória viesse, um dia, a colocar-nos entre a espada e a parede, obrigando-nos a optar entre a SAD e o fim do clube.
Disse… e mantenho.
E mantenho porque a situação actual, de inevitabilidade da formação de uma SAD, surgiu há relativamente pouco tempo.
A Direcção de EMdS sabia bem que a SAD não foi sempre a única solução para a viabilidade do clube. Sabia que as finanças do Vitória eram muito mais graves do que aquilo que nos diziam. E sabia também que os vitorianos nunca aceitariam a SAD, se houvesse outra solução para salvar o Vitória. Ora, para que essa inevitabilidade fosse atingida, bastaria “apenas” deixar a situação degradar-se mais um pouco (coisa que não lhes deve ter sido muito difícil, uma vez que de vitoriano têm muito pouco). O objectivo seria o de deixar aproximar, o máximo possível, a data limite de inscrição no campeonato da próxima época, e depois confrontar os sócios com o abismo financeiro e o fantasma da não participação na Liga 2012/2013. Quanto menor fosse o tempo restante, maior seria a pressão sobre a massa associativa, para que se aceitasse a SAD. Instituída a SAD, resolvia-se o problema da injecção de capital, e ainda se conseguiria colocar um dos habilidosos na sua liderança.
Entretanto, a estratégia da Direcção passava por ir preparando o caminho, encenando umas conferências sobre modelos de gestão desportiva, mas em que apenas seriam ouvidos os argumentos dos defensores das SAD. Esquecerem-se de convidar alguém que pudesse fazer o contraditório, enumerando as desvantagens das SAD e apontando outras soluções, foi apenas mais uma habilidade para que a Direcção lograsse os seus intentos.
Foi contra tudo isto que me insurgi, contra esta falta de honestidade intelectual.
Insurgi-me… e mantenho.

Em relação à posição de Luís Cirilo, a situação é bem diferente. Diferente porque ele, tal como nós, não era conhecedor da verdadeira situação financeira do Vitória. Naquela altura, todos nós acreditávamos que havia alternativas à SAD. E a diferença é essa: é que uns conheciam a realidade e subverteram-na, e nós acreditamos. Uns conheciam a realidade e nós não.
Por isso, na altura, nem LC nem eu (tal como muitos outros) éramos a favor da criação de uma SAD. E aquilo que eu então disse é que gostaria de ver a questão discutida (o que pressupunha ouvir os dois lados) para que pudesse formar a minha opinião. Sempre fui muito reticente em relação às SAD, e continuo a ser.
Mas tudo se torna infelizmente muito simples quando não há alternativa… como hoje já não há.
E por isso é que o Amadeu acha que eu mudei de opinião.

Quanto a passar um pano na pintura que o Milo “borrou”, acredite (se quiser) que eu serei o último a querer fazê-lo…

Nota final:
A Drª Palmira Guimarães é uma pessoa responsável, educada e, que eu saiba, nunca faltou ao respeito a ninguém. Tratá-la como uma “qualquer Palmira”, não lhe fica bem, e coloca-o ao nível de Pinto Brasil, nas suas mais recentes e tristes declarações…


De vscfan a 26 de Março de 2012 às 23:26
esse cartoon até está engraçado, mas o comentário, está longe da verdade, pois no bunker estão os homens de palavra (ou não) da lista A.
Mas como já vi o senhor que faz estes cartoons, arrepender-se do que disse, acho que mais uma vez se a lista A vencer daqui por uns tempos vamos ver mais do mesmo, o que é pena.


De Miguel Salazar a 27 de Março de 2012 às 18:51
VSCfan, ficar-lhe-ia grato pelo seu comentário se ele não fosse secundado por aquilo que de seguida escreveu.
Eu julgo que o “arrependimento” a que se refere esteja relacionado com o artigo “Pedido de desculpa”.
Se assim for, pensava que o assunto já tinha ficado devidamente esclarecido.
No entanto, não me importarei de, por uma última vez, voltar a ele.
Nesse artigo eu pedi desculpa a todas as pessoas a quem eu durante muito tempo garanti que Luís Cirilo “não nos falharia”. Fi-lo porque as tinha induzido em erro, mas de uma forma absolutamente honesta e inocente. Disse também o seguinte…
“Não ponho em causa a decisão de LC, ou as razões que o levaram a tomá-la. LC é um vitoriano de corpo inteiro e se tomou a atitude que tomou, foi porque, na sua opinião, melhor alternativa não existia. Apesar de tudo, continuo a acreditar no seu valor, na sua honestidade, e em todas as qualidades que fariam dele (na minha opinião) o melhor Presidente de sempre deste clube. E continuo também a acreditar que, como Vice-Presidente para a Área Desportiva, LC poderá (e conseguirá) cumprir muito daquilo que eu esperava da sua candidatura.”
Depois de ler isto, meu caro VSCfan, não consigo compreender como é que se pode falar em “arrependimento”.
Nessa altura eu disse que…
“continuo a acreditar que como VP para a Área Desportiva, LC poderá (e conseguirá) cumprir muito daquilo que eu esperava da sua candidatura”
E hoje, continuando a apoiar Luís Cirilo (como o faço desde há muito tempo), apoio também a lista A, porque considero que apesar das minhas reservas acerca das ligações de alguns dos seus elementos à Direcção anterior (nomeadamente de Júlio Mendes) esta lista é a única que nos dá garantias da sobrevivência do Vitória.
Porque, para mim, é isso que está em causa.
Quanto a arrependimentos, meu caro, o único que por vezes me assalta é o de perder tanto tempo a dar este tipo de explicações…


De Paulo a 27 de Março de 2012 às 11:20
Não deixando de respeitar a vossa opção, vou guardar este cartoon e o texto a ele referente para num futuro próximo - caso a lista A vença - lembrar-vos da vossa responsabilidade partilhada no que vai acontecer.


De Miguel Salazar a 27 de Março de 2012 às 19:06
Meu caro Paulo,
Se há coisa a que eu nunca fugi foi às minhas responsabilidades (e olhe que eles não são assim tão poucas).
E não tenho necessidade de o fazer porque as assumo com consciência e convicção.
Por isso, meu caro, caso a lista A vença (como eu espero que realmente venha a acontecer), e depois de vermos os primeiros resultados da sua gestão, espero que também não se esqueça de ter a hombridade de aqui vir, reconhecer que afinal a razão não estava do seu lado.
Entretanto, e apenas por curiosidade, gostaria que o Paulo me dissesse se por acaso também fez questão de lembrar aos dois terços de vitorianos que reelegeram a Direcção anterior, a sua responsabilidade partilhada pelo actual estado de calamidade das finanças do clube.
E já agora, um último esclarecimento: também fazia parte desse grupo, Paulo, ou não?...


De Pedro a 27 de Março de 2012 às 17:04
Enfim.


De Miguel Salazar a 27 de Março de 2012 às 19:07
Não sei o que isso quer dizer, Pedro.
Para dizer tão pouco, não sei se valeu a pena o trabalho que teve...


De Bruno a 27 de Março de 2012 às 22:04
Comunicação e Redes Sociais vs Lista B
Se os mais velhos tivessem todos facebook estava ganho, LOL.

Eu que geralmente aprecio a sátira e até compreendo mesmo quando não favorece a minha opinião tenho a dizer que foi de extrema infelicidade este cartoon em plena campanha eleitoral.


De Miguel Salazar a 27 de Março de 2012 às 22:31
As suas considerações são perfeitamente lícitas, Bruno, mas há uma coisa que parece que as pessoas não conseguem perceber.
Eu não sou jornalista, não tenho obrigação de ser isento.
Nem tenho nem quero.
Tenho uma opinião e gosto de a expressar.
Se há coisa que eu não sou no desporto, é isento.
Errado seria se eu pretendesse dar essa imagem, e depois a aproveitasse para passar ideias subliminares.
Mas não é isso que eu faço.
Eu assumo aquilo que realmente sou.
Por isso não percebo porque acha que o cartoon é infeliz.
A minha opinião é que pode ser infeliz.
Mas isso será... a sua opinião, que eu obviamente respeito.
Cumprimentos, Bruno...


De Vitor a 28 de Março de 2012 às 12:21
Pensei que era contra a venda do VSC, contra aqueles que por incompetência nem sequer conseguiram arranjar um patrocinador em tempo útil...
Apreciei quando fez cair uma das mascaras de EMS.
Agora não compreendo como agora defende quem o protege, ainda por cima depreciando quem sempre se opôs à gestão ruinosa que tinha como chefe EMS e como súbitos um dos indivíduos que agora defende.
Não o tenho como um "Vira-Casacas", mas há actos que me podem levar a mudar de opinião tal como aconteceu bem recentemente.

P.S.- Ao contrário de outras pessoas as minhas mudanças de opiniões são sustentadas em factos e realidades, compreendo que nem toda gente seja assim por isso mesmo que há pessoas com honra e outras com se movem por interesses.


De Miguel Salazar a 28 de Março de 2012 às 19:02
Vítor, se há coisa que nunca aceitarei, de quem quer que seja (e muito menos de uma pessoa que nem sei quem é), é que ponham em causa a minha honra. E não o admito porque se há alguma coisa de que nunca abdiquei foi dela.
Pela enésima vez, lhe direi que a pessoa que eu apoio é o LC. O apoio a JM é uma consequência do apoio a LC. Pode parecer a mesma coisa, mas na realidade não é. Na vida, as nossas decisões são tomadas levando em consideração as vantagens (e não estou a falar das pessoais) e as desvantagens, os prós e os contras, as virtudes e os defeitos. O conceito absoluto do bem e do mal, não existe. A questão está em ponderar os pesos relativos de cada um, e acabar por escolher aquele que acreditamos ser o melhor. Neste caso, e na minha opinião, as muitas vantagens e virtudes de LC, compensam os defeitos associados à posição de JM (entenda-se as suas ligações ao passado). Por outro lado, a SAD é uma inevitabilidade. Não há outra maneira de arranjar dinheiro.
O nosso clube está na bancarrota. Tem um passivo superior a 20 milhões de euros, necessita, no imediato, de pelo menos 5 milhões, tem o seu património hipotecado, o seu plantel vale pouco menos do que muito pouco, e até ao final da época só há previsão de entrarem mais 2 milhões. No imediato, se não surgirem mais 3 milhões de euros, o clube não poderá inscrever-se, os jogadores pedirão rescisão dos seus contratos por justa-causa, enfim, será o caos anunciado.
Por isto é que eu agora aceito a SAD, porque não há outra solução. Mas aceito uma SAD que apenas fica com o negócio futebol, deixando para o clube todo o seu património, e pagando uma renda (que espero seja choruda) pela utilização do estádio.
Ou será que o Vítor também acredita neste canto de sereia de PB, que afirma que o dinheiro aparecerá quando for necessário? E de onde ele virá? Investidores? Só se fossem malucos. Da banca? Não virá nem um cêntimo. Do bolso dele? O último que nos quis convencer disso, derreteu-nos 12 milhões de euros em menos de 2 anos.
Não Vítor, eu não defendo EMdS. Acho inclusivamente que ele deverá responder em tribunal pela sua "gestão" calamitosa.
Quanto ao ter apreciado a minha posição quando fiz cair uma das máscaras de EMdS, devo dizer-lhe que nesse dia dei a cara na defesa dos interesses do clube, fui acusado de ser mentiroso, fui ameaçado com um processo judicial, mas a verdade é que, quando olhei à minha volta não vi, dos mais de 2 mil vitorianos que lá estavam, uma única pessoa que se tivesse solidarizado comigo. Ou melhor, houve uma, apenas uma, que me disse "Miguel, se precisares, eu testemunharei a teu favor em tribunal". Uma em mais de 2 mil que lá estavam. Sabe quem foi? Luís Cirilo!...


De Vitor a 28 de Março de 2012 às 23:59
Antes de mais não foi a sua honra que coloquei em causa, longe disso fazer tal coisa a alguém que continua coerente com aquilo que defendeu...

Não acredito em cantos de sereia...
Sim precisamos de dinheiro urgentemente, quanto tempo leva a ser feita a SAD? Já coloquei essa questão à lista A a resposta foi politica e sem objectividade....
Onde vai ser arranjado o dinheiro para os próximos meses? Na banca? Nos investidores? Em conluios? Com venda de passes?
Fora feitas inúmeras vezes a pergunta a essa mesma lista qual as atitudes que iriam ter para com uma auditoria às contas no sentido de responsabilizar alguém por uma presumível gestão danosa,,, A resposta? Mais uma vez politica, palavras cheias de nada....
O senhor que você aqui defende, no caso de se oferecer para testemunhar a seu favor é porque sabia de factos que comprovavam o que você disse. Curioso é que não o ouvi nem tão pouco vi a falar dessa situação, permitindo que um individuo prepotente intimidasse alguém com processos judiciais, sendo que não foi a primeira vez que o fez...
Você apoia um individuo que tem um pouco do dom da palavra mas quando se exigem respostas cheias de nada e se argumenta com factos exigindo respostas objectivas, essa pessoa envereda pela censura. Fiquei cheio disso na direcção demissionária e esses nem bem falantes eram.
Num conhecido forúm de Vitorianos, ficamos mais uma vez com um cesto cheio de perguntas por responder, onde está o projecto que tanto dizem que tem e acusam os outros de não o ter?
Nas ultimas eleições votei na lista encabeçada por Pinto Brasil, não por ver nela um mar de virtudes, mas sim porque vi a incompetência que reinava no VSC e na lista que novamente se propunha a eleições encabeçada pelo EMS.
Nestas irei votar novamente na lista encabeçada por Pinto Brasil, com uma atenuante em relação ao último acto eleitoral, tem mais competência e encontra-se melhor preparada de que no último acto eleitoral. Do outro lado está novamente a incompetência e os interesses, onde se chegou ao cumulo de dizerem que é a SAD ou a morte, há uns tempos atrás havia quem dizes-se que isso era inadmissível.
Caso para dizer " E esta hein!?"

P.S. - Agradeço-lhe por se dignar argumentar com alguém que não conhece, ao invés de fazer uma censura ao que não lhe agrada.


De Miguel Salazar a 29 de Março de 2012 às 00:11
Está enganado, Vítor.
Se o LC me disse o que disse, não foi por saber objectivamente mais do que os mais de 2 mil que estavam no pavilhão. Disse-o porque me conhece, e sabe perfeitamente que eu nunca diria aquilo que disse de modo leviano, sem ter confirmado a veracidade do episódio que me tinham contado.
E quanto ao seu testemunho eventual, não seria para confirmar o episódio em si, porque ele também não o presenciou. Seria como testemunha daquilo que se tinha passado no pavilhão.

Quanto a responder aos comentários que aqui fazem, Vítor, fá-lo-ei sempre, desde que eles sejam feitos com educação e respeito.
Quanto ao resto, as pessoas não têm de concordar comigo. Cada um tem as suas convicções. Se todos pensássemos da mesma forma, este Mundo seria uma completa sensaboria...


De Miguel Salazar a 28 de Março de 2012 às 19:09
E sobre a questão dos interesses pessoais, Vítor, o meu único interesse é pelo Vitória.
Já colaborei várias vezes com o clube, e estarei sempre disponível para o fazer.
Colaborei no tempo do Pimenta Machado, e inclusivamente durante este mandato de EMdS, mas sempre desinteressadamente.
Tão desinteressadamente que nunca os conheci pessoalmente (EMdS conheci, mas não no âmbito da minha colaboração).
E continuarei a colaborar sempre que acharem que eu posso ajudar, mesmo que Pinto Brasil vença as eleições.
E sabe porquê?
Porque quando eu colaboro com o clube, não estou a fazê-lo pelo EMdS, nem pelo PB, nem pelo JM. Estou a fazê-lo pelo clube da minha paixão.
Percebeu, Vítor?...


De Jaime Marques a 28 de Março de 2012 às 14:30
Caro amigo Miguel
Muitos amigos meus já decidiram : não vão votar ou votam em branco.É uma atitude fácil ,embora legitima. Só que acho que neste momento tão decisivo para o futuro do nosso clube é uma atitude pouco responsável: estamos perante 2 projectos completamente antagónicos - SAD ou o actual modelo.Tenho sérias dúvidas de que qualquer um possa ter uma solução,mas continuar como até aqui não vai levar a lado algum.Será justo uma pessoa candidatar-se e ter que "avalizar" ele e a sua familia milhões para ser Presidente do Vitória ?Até quando vamos continuar a ter "milionários"para se candidatarem ?Por isso, tomei uma decisão : vou votar na Lista A e ficar na expectativa que algo mude e que dê um rumo ao Vitória.


De Miguel Salazar a 28 de Março de 2012 às 19:21
Estamos completamente de acordo, Jaime.
No sentido de voto, claro, mas também naquilo que toca à escolha de votar ou não.

Aqueles que eu critico verdadeiramente são os que nem se vão dar ao trabalho de sair de casa, porque esse é um sinal de indiferença, de quem não quer saber do clube. E esses não podem ser vitorianos de alma e coração.
Os que vão votar em branco, ou nulo, vão cometer um enorme erro, porque esse será um voto desperdiçado. Por muito más que considerem as duas listas, elas não serão igualmente más, e portanto não faz sentido que abdiquem do seu voto, permitindo que vença aquela que eles consideram ser a pior. Deixar o direito à escolha para os outros, não é um gesto de responsabilidade.
Eu espero que vença a lista A, mas se as pessoas continuam a pensar que a SAD é pior solução do que a "alucinação" de PB, então devem votar na lista B.
Eu espero que não prefiram a lista B, mas se têm tanto medo da A, não fará sentido abdicar do direito ao voto.

Nesta altura, só faz sentido votar A ou B.
O voto branco ou nulo, e a abstenção, são opções que, na minha opinião, não fazem sentido nenhum...


Comentar artigo

procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

Esse Mito Urbano chamado ...

Esse Mito Urbano chamado ...

As 4 Cartilhas do Vitória...

Do Dicionário da Língua P...

192 Vitórias de todo o Mu...

a Sétima Cruzada da Era M...

O rapaz do Bar...

Bongani Zungu...

Em busca da segunda chave...

A primeira das duas chave...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas