Segunda-feira, 24 de Junho de 2013
Glórias Desportivas (13) - Afonso Henriques ...
Afonso Henriques nasceu em Guimarães, no dia 25 de Julho de 1109 (segundo reza a tradição), e foi a maior glória desportiva vimaranense de todos os tempos.
Apesar de alegadamente ter nascido com alguns problemas físicos, problemas que alguns historiadores descreveram mesmo como sendo os de um bebé enfezado, a verdade é que Afonso Henriques cresceu e se transformou num atleta de eleição.
Praticou várias modalidades, como o Hipismo e o Pentatlo Medieval (actual pentatlo moderno), mas foi na Esgrima que realmente se notabilizou.
Iniciou a sua carreira na Associação Cultural e Recreativa de São Mamede (Guimarães), ao serviço da qual se tornou Campeão Nacional de Esgrima em 1128, faz hoje precisamente 885 anos.
Com este título, Afonso Henriques transferiu-se então para o Conquista Sport Clube (antecessor do actual Vitória Sport Clube), única agremiação que viria a defender durante o resto da sua longa carreira desportiva, apesar dos inúmeros convites que recebeu do Colegial de Viseu, do Colegial de Coimbra e do Santa Maria Feirense.
Embora estas três agremiações tenham vindo a alegar mais tarde que Afonso Henriques fora seu atleta, a verdade é que nunca foram capazes de apresentar provas que confirmassem essa sua pretensão. 
Afonso Henriques é, ainda hoje, o desportista português com a maior série consecutiva de títulos nacionais de sempre, ao ter-se sagrado Campeão Nacional de Esgrima por 42 vezes.
Conquistou o seu único título Europeu, em Cerneja (Espanha), em 1137.
Venceu os Mundiais de Esgrima de Ourique’1139, Leiria’1145, Santarém’1147, Évora’1159, Alcácer’1160 e Beja’1162
O título mundial conquistado em Ourique, foi um feito verdadeiramente épico. Para o conseguir, Afonso Henriques teve de vencer consecutivamente cinco das maiores lendas da esgrima mundial daquele tempo, todas elas oriundas da escola do Magreb (uma das melhores, naquela época)
Em 1147, em Lisboa, integrou uma Selecção Europeia de Pentatlo Medieval, que se sagrou Campeã Intercontinental, ao vencer a sua congénere Africana.
Foi finalista vencido no Mundial de Pentatlo Medieval de 1169, em Badajoz. Na final da prova de Hipismo, perdida para o espanhol Fernando Aragonés, sofreu uma grave lesão na coxa, que o levou a colocar, prematuramente, um ponto final na sua carreira desportiva.
Em 1179, Afonso Henriques viu a sua carreira ser reconhecida pela FIE (Federação Internacional de Esgrima), ao receber das mãos de Rolando Bandinelli (o então Presidente), o seu troféu mais importante - o "Manifestis Probatum".
Afonso Henriques faleceu em Coimbra, no ano de 1185.

José Rialto



publicado por Miguel Salazar às 20:13
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

2 comentários:
De anónimo a 25 de Junho de 2013 às 13:23
espetacular!
gostei do pormenor de finalista vencido em Badajoz.
análise algo tendenciosa ;)



De Miguel Salazar a 25 de Junho de 2013 às 19:04
eheheheheheh...


Comentar artigo

procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

Socratis sinistrus...

o "álb'oon" em destaque (...

o "álb'oon" em destaque (...

VAR - Video And Rescue...

Eh pá... Criem-na lá !...

O senhor Júlio vai à Rádi...

O senhor Júlio e o amigo ...

Contas de Merceeiro...

Esse Mito Urbano chamado ...

Esse Mito Urbano chamado ...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas