Segunda-feira, 23 de Setembro de 2013
Glórias Desportivas (20) - gémeos Castro …

Domingos e Dionísio da Silva Castro nasceram em Guimarães, a 22 de Novembro de 1963.

Domingos Castro iniciou a sua carreira no Fermentões, passou pela Lameirinho e ingressou no Sporting em 1984, clube onde se manteve durante 16 anos. Correu pelo Maratona e terminou a sua carreira ao serviço da ARD Gémeos Castro.

Em pista, Domingos Castro foi 4 vezes Campeão Nacional dos 10.000m (1986, 1987, 1992 e 1993), 4 vezes Campeão Nacional dos 5.000m (1986, 1987, 1989 e 2000), 2 vezes medalha de Ouro dos 5.000m na Taça da Europa (1987 e 1993) e, na prova dos 10.000m desta mesma competição, foi medalha de Ouro em 1989, e medalha de Prata em 1997.

Domingos Castro foi vice-Campeão Mundial dos 5.000m (Roma’1987).

Venceu os 10.000m dos Jogos da Boa-Vontade (Moscovo, 1986) e os 5.000m do Meeting Ivo Van Damme (Bruxelas, 1986).

Venceu as provas de 5.000m dos Meetings de Saint-Denis (Paris’1987) e de Shizvoka’1988, da Taça da Europa de 1987 e do Torneio Internacional de Lisboa’1987, tendo ficado em 2º lugar no Meeting de Zurique’1987.

Em corta-mato, foi 5 vezes Campeão Nacional (1990, 1993, 1994, 1998 e 2003) e 5 vezes vencedor da Taça dos Clubes Campeões Europeus (1989 e 1991-1994).

Foi vice-Campeão Europeu de Corta-Mato (Alnwick’1994).

Venceu, por quatro vezes, o Cross Internacional de Venta de Baños.

Participou em 17 Campeonatos do Mundo de Corta-Mato.

Na maratona, Domingos Castro venceu as de Paris’1995 e Roterdão’1997.

Participou em quatro edições dos Jogos Olímpicos (Seoul’1988, Barcelona’1992, Atlanta’1996 e Sydney’2000).

Nas provas por clubes, todos os seus títulos foram conquistados com a camisola do Sporting, com excepção do de Campeão Nacional de 5.000m do ano 2000, que venceu com as cores do Maratona, e o de Campeão Nacional de corta-mato de 2003, que venceu com a camisola da Associação Recreativa e Desportiva Gémeos Castro.

Dionísio Castro iniciou a sua carreira na Lameirinho, passando depois pela Grundig, até chegar ao Sporting em 1985 (um ano depois de Domingos), clube cujas cores defendeu durante 13 anos. Em 1998, Dionísio Castro assinou pelos brasileiros do Pão de Açúcar, clube onde viria a terminar prematuramente a sua carreira, no ano de 1999, por lesão.

Ao serviço do Sporting, Dionísio Castro foi Campeão Nacional dos 5.000m (1990), Campeão Nacional e Ibérico dos 10.000m, Campeão Nacional de Estrada e duas vezes Campeão Nacional de Corta-Mato. Conquistou ainda 7 Taças dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato, por equipas.

A 31 de Março de 1990, estabeleceu a melhor marca mundial dos 20.000m, com 57’18,4”. Esta marca ainda é, hoje-em-dia, a melhor marca europeia de todos os tempos.

Participou em duas Olimpíadas (Seoul’1988 e Barcelona’1992), três Campeonatos do Mundo (Roma’1987, Tóquio’1991 e Atenas’1997) e dois Campeonatos da Europa (Estugarda’1986 e Split’1990).

 

A caricatura representa os gémeos Castro na final dos 5.000m do 2º Campeonato do Mundo da IAAF (Roma, 1987), em que Domingos (à esquerda) se sagrou vice-Campeão Mundial e Dionísio (à direita) foi 8º lugar, a escassos 3,35" do seu irmão...

 

Fernão Rinada



publicado por Miguel Salazar às 20:13
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

Socratis sinistrus...

o "álb'oon" em destaque (...

o "álb'oon" em destaque (...

VAR - Video And Rescue...

Eh pá... Criem-na lá !...

O senhor Júlio vai à Rádi...

O senhor Júlio e o amigo ...

Contas de Merceeiro...

Esse Mito Urbano chamado ...

Esse Mito Urbano chamado ...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas