Quinta-feira, 26 de Dezembro de 2013
o "álb'oon" em destaque (112)...

 

 

No passado Domingo decorreu a Cerimónia de Encerramento da Cidade Europeia do Desporto, Guimarães’2013.

Depois do sucesso que foi mais esta grandiosa realização da nossa cidade, outra coisa não se poderia esperar que não fosse uma brilhante Cerimónia de Encerramento, que teve lugar no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor.

O espectáculo foi precedido pelas intervenções do Presidente da Comissão Organizadora da CED’2013 (Amadeu Portilha), do Secretário de Estado do Desporto (Emídio Guerreiro) e do Presidente da Câmara de Guimarães (Domingos Bragança).

 

Confesso que fui surpreendido pelas palavras generosas de Amadeu Portilha, que fez questão de juntar o meu nome à lista de pessoas que entendeu serem merecedoras de um público e nominal agradecimento. Não contava com o gesto, e por isso fiquei tão sensibilizado.

 

 

E mais sensibilizado fiquei ainda pela atribuição de uma Medalha de Mérito pela minha participação na Programação Oficial da CED’2013. Se o facto de ter participado, por si só, tinha sido já motivo de um enorme orgulho para mim, estes dois inesperados gestos conseguiram fazer algo que na altura julgava ser impossível – aumentar ainda mais esse sentimento de orgulho.

E é por isso que tenho necessidade de dizer o seguinte…

Por me terem dado a oportunidade de participar na CED’2013, por me terem proporcionado a possibilidade de mostrar o meu trabalho a todos os vimaranenses, por o terem imortalizado sob a forma de um livro, e por ainda terem tido a generosidade de mo agradecerem, só me restava mesmo tomar a iniciativa de vir dar pública conta do meu reconhecimento. Embora deva agradecer de uma forma mais particular a Amadeu Portilha e principalmente a Aníbal Rocha, não posso deixar de estender este meu agradecimento a todos os que comigo colaboraram, e que permitiram que a minha participação tivesse tido o êxito que eu julgo que teve.

A todos vós, muito obrigado !...

O espectáculo em si, teve início logo a seguir. Para o abrilhantar, foi decidido usar apenas a “prata da casa”… e muito bem. A Orquestra Juvenil de Pevidém interpretou um total de 13 músicas, de alguma forma ligadas ao Desporto. Numa magnífica exibição, que só pode deixar orgulhosos todos os vimaranenses, foi particularmente feliz a interpretação do Hino da Liga dos Campeões. Mas o momento mais alto do espectáculo foi, sem dúvida (para mim), a altura em que tocaram a música “Amigos para Siempre”, brilhantemente acompanhada pelos cantores líricos Sandra Azevedo e Hugo Pereira.

Não poderia haver melhor maneira do que esta para encerrar com “chave de ouro” mais um ano de uma celebração que foi realmente partilhada por todos os vimaranenses…

 

Miguel Salazar



publicado por Miguel Salazar às 00:55
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

a Sétima Cruzada da Era M...

O rapaz do Bar...

Bongani Zungu...

Em busca da segunda chave...

A primeira das duas chave...

8º aniversário do “ÁLB’oo...

O homem-forte, o menino b...

Dragão d'Ouro...

Janeiro, o mês do nosso m...

O "déjà vu" de Jorge Simã...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas