Sexta-feira, 10 de Outubro de 2014
a Dança do Dragão Azul…

Há qualquer coisa de fantástico a crescer todos os dias no seio do Vitória.

Vem esta constatação a propósito das recentes declarações, desassombradas e até um pouco temerárias, de Pedro Guerreiro, Presidente da Secção de Basquetebol do clube, ao assumir-se claramente como candidato a Campeão Nacional.

Não é um discurso novo. Já o conhecíamos há muito tempo da boca do seu treinador Fernando Sá. A novidade é agora ele vir da própria estrutura associativa. Claro que estamos a falar de um discurso e de uma postura que surgem de uma forma muito natural, como corolário de um processo de desenvolvimento de toda a secção. Germinou com muito trabalho, sério e honesto, nasceu com os primeiros grandes títulos nacionais, e cresce agora com a tomada de consciência da grandeza do clube, das suas potencialidades ímpares e com a assunção de um discurso arrojado, ambicioso e até um pouco arrogante. Esperemos agora que este estado espírito contagie as restantes modalidades do clube. Em boa verdade, a grande parte delas apenas lhes falta a tomada de consciência e a assunção das responsabilidades. Trabalho sério e grandes títulos já conquistados são coisas muito familiares a modalidades como o futebol, voleibol, futebol de praia, boxe, kickboxing, pólo aquático, natação e judo. As (poucas) modalidades restantes poderão ainda não ter grandes títulos conquistados, mas estou certo que o trabalho igualmente sério que desenvolvem diariamente, a eles as levarão muito em breve.

A mais recente conquista da Azeméis Basketball Cup assume uma particular importância por três motivos essenciais: porque é um título alcançado logo na primeira competição da temporada, porque é obtido à custa de um dos mais poderosos adversários da modalidade (uma equipa do FCPorto), mas principalmente porque surge logo após as declarações do Presidente da secção. Com esta vitória, a equipa provou estar à altura do repto lançado por Pedro Guerreiro, demonstrando claramente que a sua ambição não é menor que a do seu Presidente.

 

Dirão os mais cépticos que as declarações de Pedro Guerreiro poderão ter sido algo temerárias, mas a verdade é que nada de grande se conquista se a ambição subjacente não for ainda maior.

A época vai no início, é certo, mas os estragos já começaram a ser feitos. Para já, com Afonso à frente das suas tropas, foi o Dragão Azul quem dançou na ponta das lanças dos nossos Conquistadores…

José Rialto



publicado por Miguel Salazar às 15:52
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

18 comentários:
De André a 11 de Outubro de 2014 às 10:20
Por favor, não confunda a estrada da Beira com a beira da estrada. Azeméis Cup é um torneio amigável, não é oficial.
Oficial em portugal temos campeonato LPB, Taça de Portugal, Taça Hugo dos Santos, Supertaça e Troféu António Pratas...

O dragon force é da proliga, logo a vitória do VSC sobre a equipa jovem do dragon force foi natural, mas mesmo assim a equipa portuense seu muita luta.


De Miguel Salazar a 11 de Outubro de 2014 às 15:33
O seu comentário é muito curioso, André.
Com o que é o meu amigo leitor se doeu?
Será que o discurso de Pedro Guerreiro foi assim tão assustador para os nossos adversários?
Eu já não tinha grandes dúvidas sobre a importância do nosso crescimento no panorama desportivo nacional, mas a necessidade que o André teve de vir aqui desvalorizar esta saudável transformação na mentalidade e na postura dos Vitorianos, só pode querer dizer que realmente estamos no bom caminho.
E isso são boas notícias. Muito boas notícias...

Para terminar, apenas um reparo em relação à Dragon Force, sob a forma de alguns factos...
1) na época passada, a DF eliminou o 9º classificado da LPB, nos oitavos-de-final da Taça de Portugal;
2) a DF foi eliminada dessa TP, no Barreiro pelo Galitos, por apenas 3 pontos;
3) foi Campeã Nacional da Proliga;
4) não está este ano na LPB, porque se recusou a participar nesta competição;
5) para chegar à final do torneio de Oliveira de Azeméis, a DF voltou a eliminar o 9º classificado da LPB do ano passado.

Portanto, como pode ver, desvalorizar a vitória do Vitória neste torneio, alegando que a DF é apenas uma mera equipa que joga na Proliga, é um pouco simplista e acima de tudo muito conveniente às suas motivações...


De ANdré a 11 de Outubro de 2014 às 23:38
até ao momento no único jogo a sério que tiveram (o Maia não vale pois é a equipa mais fraca da LPB) perderam aqui em Barcelos. Amanhã jogais contra quem? se quiser ver bom Basquetebol apareça por S Pedro do Sul para assistir à final entra o grande Barcelos e o benfica.


De Miguel Salazar a 12 de Outubro de 2014 às 12:56
Ah, muito bem...
Finalmente faz-se luz sobre aquilo que o move...
Parece que o André ficou um "pouco" deslumbrado com esta primeira vitória. É compreensível. Ao fim e ao cabo, o Barcelos venceu um candidato assumido à conquista da Liga. Portanto, o seu deslumbramento é perfeitamente natural e eu compreendo-o bem.
Talvez o tempo lhe venha a ensinar uma grande verdade, que é a de que a estratégia de tentar desvalorizar os adversários que nós conseguimos vencer, não é a melhor forma para engrandecer as nossas vitórias.
Fazê-lo com razão, é má estratégia e clara falta de bom-senso.
Fazê-lo sem razão é falta de outra coisa que me escuso de especificar...
Quanto ao resto, e com toda a sinceridade, boa sorte para a final de logo.
Apesar de tudo, espero que o Barcelos vença...


De André a 12 de Outubro de 2014 às 14:40
Acho bem que torça por nós sempre poderá dizer que perderam com os campeões do torneio


De Miguel Salazar a 12 de Outubro de 2014 às 18:46
Não será bem essa a razão de eu ter torcido pelo Barcelos, mas acho que nem vale a pena estar a fazê-lo perder muito tempo com isso...
De qualquer modo, também é verdade que se o Barcelos conseguisse vencer a final, talvez houvesse algum Vitoriano que se pudesse consolar com o facto de termos sido eliminados pelo vencedor do torneio. Talvez. Para mim não seria grande consolo, mas não posso afirmar que, num universo de mais de 30 mil Vitorianos, não possa haver um ou outro que pense desse modo.
Para mim, perder com o Barcelos é sempre uma má notícia, e sinal de que algo não correu nada bem durante esse jogo.
Depois de saber que o Barcelos levou quase 100 do Benfica, e que ainda por cima perdeu dois dos seus americanos durante a final, só me faz ficar ainda mais preocupado.
Depois de tudo isto, só posso ser mesmo levado a concluir que nós devemos ter jogado realmente muito mal para termos sido eliminados pelo Barcelos...


De André a 12 de Outubro de 2014 às 19:15
No final do 1 periodo acreditei na vitória estivemos a vence por 12 os nossos triplos estavam a entrar todos, mas erramos ao nos esquecer queo Benfica tem Jobey Thomas e ele no 2 peeiodo meteu 4 triplos consecutivos, depois a maior experiencia e talento veio ao de cima w o Benfica venceu bem, maa vwndemos xara a derrota.
O benfica é de outro campeonato hoje jogou todo o 4 periodo sem americanos, estão os 4 lesionados, e foi nesse periodo que menos pontos sofreram e mais marcaram.
Também uma equipa que tem como Diogo Carreira com 3ª opção a base, Carlos Andrade como 2ª opção a extremo, mostra bem o seu poderio Tanto carreira como Andrade eram titulares em todas as outras equipas da liga.


De Miguel Salazar a 12 de Outubro de 2014 às 19:31
O Diogo Carreira seria titular em qualquer equipa da Liga?
Nas outras não sei, mas no Vitória não o seria seguramente.
E não sou a dizê-lo. É o próprio seleccionador nacional que não encontrou lugar para ele nem nos 16 pré-seleccionados.
E o nosso Pedro Pinto andava por lá. Se calhar passou-lhe despercebido. Ele e os outros 3 Vitorianos que por lá andavam também...


De Sl Benfica - basquetebol a 12 de Outubro de 2014 às 21:01
Caro Miguel,

permita-me que entre na sua conversa com o André, só para o corrigir num ponto o Diogo Carreira já não joga na nossa seleção, não porque não tem valor mas sim porque a abdicou dela em 2012.

Quanto ao Pedro Pinto é um jovem com muito potencial que tem vindo a melhorar de época para época.
Agora se me perguntar quem é melhor eu digo que é o meu, mas falando a sério um está a começar e o outro a acabar se Pedro Pinto fizer uma carreira igual à de Diogo Carreira será certamente um bom jogador.
Para mim mais importante que saber quem é melhor se Carreira ou o Pinto, é saber que temos muito orgulho em ter no Benfica um grande homem e e um grande basquetebolista como nosso capitão e que é benfiquista desde pequenino sente o clube como poucos, decerto que o Miguel também tem orgulho em ter um base como Pedro na sua equipa.

Caro André,a vossa equipa este ano está forte os sérvios são bons.
Este ano Vitória, Ovarense, Barcelos e Lusitânia estão mais fortes que ninguém pense que será um passeio para o Benfica.

PS Com a vitória de hoje o Benfica passa a deter TODOS os troféus do basquetebol português, isto é: campeonato,taça de portugal, taça hugo dos santos, supertaça e troféu António Pratas.



De Miguel Salazar a 12 de Outubro de 2014 às 21:09
Seja muito bem-vindo, SLB-b.
Parabéns pela conquista de hoje e também pela colecção completa de troféus.
Gozem-na bem, porque ela não vos vai durar muito tempo... ;)


De Sl Benfica - basquetebol a 12 de Outubro de 2014 às 21:30
caro Miguel,
se depender de nós certamente irá durar bastante tempo 😉
Para a semana defendemos a supertaça, depois se nos qualificarmos paras as finais defenderemos a taça hugo dos santos em Fevereiro, taça de Portugal em Março e final do Play-off em Maio.
De referir ser detentor de todos os trofeus não é novidade para a secção de basquetebol do benfica, na primeira meteade dos anos 90 o normal era que isso acontecesse.


De Miguel Salazar a 12 de Outubro de 2014 às 22:57
Pois, acredito que sim...
Este ano haveremos de conseguir ganhar alguma coisa.
Não me importaria que voltasse a ser a Taça de Portugal, mas algum dia haveremos de conseguir vencer a Liga. Se calhar vai ser mesmo este ano...


De Sl Benfica - basquetebol a 19 de Outubro de 2014 às 22:32
caro Miguel,

Hoje após a conquista de mais uma supertaça, é a nossa 12ª, pensei na nossa discussão sobre da semana passada sobre quem é o melhor base. Hoje o Diogo esteve soberbo em Albufeira, saltou do banco quando perdiamos por 10 e fez simplesmente isto: 4\4 de lançamentos de 2 pontos, 3\3 de lançamentos de 3 pontos e 6\6 de lançamentos de lance livre, isto é não falhou nenhum lançamento, virou o jogo bem auxiliado pelos triplos de ferreirinho e pela raça de Andrade. Hoje, calamos certamente muitas bocas ao vencer o jogo sem nenhum Americano estar a 100%. Jobey thomas não jogou Slay não jogou seth doliboa jogou limitado devido à mascara de proteção, erro falhou um lançamento debaixo do cesto por falta de visibilidade erro nosso ao não dispormos de mais modelos de mascaras e Gentry que estava a mancar teve que ir a jogo para termos mais poder no jogo interior, num fase em que os Galitos estavam endiabrados.


De Miguel Salazar a 19 de Outubro de 2014 às 22:46
Em primeiro lugar, parabéns pela conquista da Supertaça.
Sobre a discussão anterior, devo dizer-lhe que não é muito importante para mim o esclarecimento de quem é o melhor.
Para mim, os "meus" serão sempre aqueles de quem eu mais gostarei, independentemente de serem ou não os melhores.
Sobre a comparação em si, apenas argumentei baseando-me numa escolha de alguém que percebe infinitamente mais de basquetebol do que eu.
Em relação a calar bocas, acredito que as possa ter calado hoje, mas eu acho que o Benfica, com as aquisições que tem vindo a fazer há já muitos anos, criou a responsabilidade de lutar para vencer sempre (o que não quer dizer que o consiga), seja quais forem os jogadores disponíveis, pois os vossos jogadores nacionais também são eles pagos a peso de ouro (pelo menos em termos comparativos).
As maiores armas para se conseguir derrotar uma equipa de milionários (americanos, mas também portugueses) como a do Benfica, são aquelas que o Vitória tem: muita qualidade e uma enormíssima vontade de vencer... e isso não se compra... incute-se...


De Sl Benfica - basquetebol a 20 de Outubro de 2014 às 00:23
obrigado pelas felicitações, sobre os bases tanto Benfica como o Vitória estão bem servidos.
Quanto à obrigação de termos de vencer tudo, isso é normal no Benfica estamos habituados a isso, mas isso não significa que vençamos tudo. Nas últimas 13 finais que disputamos só perdemos 1 a final da taça de portugal contra vocês em 2013.

Este ano iremos ter um bom campeonato sua equipa, mais o Lusitânia, e o Barcelos subiram de nível face à ultima época o vosso poste é melhor da liga não tenha dúvidas disso. e se juntarmos momplasir a balseiro, pedro pinto, joão guerreiro, paulo cunha, toreia, areias, joão fernandes, mais o sérvio e o americano que chegou ontem isso dá uma equipa com mais profundidade e soluções.
P. S. o orçamento vale o que vale, já vi o Benfica vencer o PAO, Real Madrid, Joventut Badalona Kinder Bolonha, Partizan, isto é equipas que tinham um orçamento muito maior que o Benfica
.e já vi o Benfica perder contra vocês. orçamento é importante mas o crer, e dedicação conta mais.


De Miguel Salazar a 20 de Outubro de 2014 às 14:53
Com o plantel que construiu, o Benfica tem obrigação de TENTAR vencer tudo, sem dúvida.
Mas vai uma grande diferença entre tentar e conseguir.
Essa diferença, este ano, vai chamar-se outra vez Vitória Sport Clube.
É essa a minha convicção...


De André a 12 de Outubro de 2014 às 21:06
A melhor equipa do Minho somos nós força Barcelos


De Miguel Salazar a 12 de Outubro de 2014 às 21:14
Boa André.
Essa sim. Essa é finalmente uma boa estratégia.
Repita muitas vezes essa frase para si mesmo, pois estou certo de que se o fizer muitas vezes, acabará eventualmente por se conseguir convencer...


Comentar artigo

procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

a Sétima Cruzada da Era M...

O rapaz do Bar...

Bongani Zungu...

Em busca da segunda chave...

A primeira das duas chave...

8º aniversário do “ÁLB’oo...

O homem-forte, o menino b...

Dragão d'Ouro...

Janeiro, o mês do nosso m...

O "déjà vu" de Jorge Simã...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas