Quinta-feira, 6 de Março de 2014
O degrau 44...

 
Quando João Sousa decidiu aceitar a missão no Rio de Janeiro, já sabia que ela não iria ser fácil. Afinal, era uma missão com grau de dificuldade "ATP 500".

O objectivo final era resgatar o troféu que se encontrava junto aos pés do Cristo Redentor. Para ter sucesso, teria de subir o morro do Corcovado, enfrentando cinco agentes inimigos que tudo iriam fazer para o eliminar.

Aquilo que ele não sabia, era quem seriam os seus opositores.

 

 

 

Não fosse o desespero em que entrou David Ferrer quando julgou poder ter de voltar a enfrentar o nosso “Conquistador”, e seriam todos espanhóis. Em pânico, Ferrer preferiu lançar-se do morro do Corcovado, cedendo o seu lugar a Dolgopolov.
Quis a sorte que um dos agentes inimigos fosse o mais temido deles todos - Rafael Nadal.
Marcel Granollers e Albert Ramos não resistiram à força avassaladora do vimaranense. Para Andújar e Dolgopolov, sobreviver também não iria ser fácil, se tivesse chegado a vez deles. Mas para isso, era necessário que João Sousa conseguisse vencer Nadal, o que era... uma Missão Impossível.

João Sousa pode não ter chegado ao topo do Corcovado... mas já vai no degrau 44 do ranking ATP...

 

José Rialto

 

(cartoon desenhado para a revista Mais Guimarães)



publicado por Miguel Salazar às 20:09
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

a Sétima Cruzada da Era M...

O rapaz do Bar...

Bongani Zungu...

Em busca da segunda chave...

A primeira das duas chave...

8º aniversário do “ÁLB’oo...

O homem-forte, o menino b...

Dragão d'Ouro...

Janeiro, o mês do nosso m...

O "déjà vu" de Jorge Simã...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas