Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2017
David e Golias...

20170127 Augusto Inácio.png

 

O gigante Golias já tinha,

A certeza d' ir à final.

Mas com três pedradas na pinha,

Teve d' ir, foi pr' ó hospital.

 

Em Moreira já repicam os sinos, 

E a David se pede apenas um pouco mais:

Dar uma valente coça aos marroquinos,

E trazer a taça para Guimarães.

 

José Rialto



publicado por Miguel Salazar às 18:32
"link" do artigo | o seu comentário | favorito (1)

Sexta-feira, 22 de Maio de 2015
Silva(r) Arrow, o jovem índio S(á)ioux...

20150522 Zé Silva.png

O famoso Seta Prateada, um dos mais temíveis caçadores de águias-vermelhas da tribo do Grande-Chefe Fernando, era famoso pela precisão das suas flechas. Silva(r) Arrow, conhecido pelos seus irmãos-de-sangue como Silver, ou simplesmente Silva, era um terrível arqueiro.

Embora ainda jovem, este caçador S(á)ioux já ostentava cinco penas de águia-vermelha na sua cabeça, arrancadas em batalha a outras tantas águias massacradas...

O terrível Seta Prateada estava de volta às terras do Sul, para juntar mais algumas penas à sua colecção.

A águia, essa lá estava à espera, altaneira e vigilante (entenda-se petrificada pelo pânico e incontinente), lá no alto do mais alto de todos os lampiões das terras do Sul. Pobre águia... estava ela convencida que assim estaria a salvo das setas prateadas do Silva(r) Arrow...

 

José Rialto



publicado por Miguel Salazar às 23:09
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

Quarta-feira, 10 de Julho de 2013
Mais águias do que perdizes...

Em Guimarães caçam-se mais águias do que perdizes.

No Salão de Caça do Castelo, os troféus mais recentes são um reflexo disso mesmo...

 

(cartoon publicado no blogue Depois Falamos)



publicado por Miguel Salazar às 19:19
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

Segunda-feira, 25 de Março de 2013
Glórias Desportivas (6) - Fernando Sá …

Fernando Manuel Ferreira Vieira de Sá nasceu no Porto, a 16 de Outubro de 1969.

Fernando Sá fez a sua formação de jogador de basquetebol na cidade do Porto, primeiro no Vasco da Gama (até aos 15 anos) e depois no FCPorto.

Como sénior, fez quase toda a sua carreira ao serviço do FCPorto, tendo-se sagrado 3 vezes Campeão Nacional (1995/96, 1996/97 e 1998/99), 3 vezes vencedor da Taça de Portugal (1990/91, 1996/97 e 1998/99) e 1 vez vencedor da Supertaça (1996/97), títulos que juntou ao de Campeão Nacional júnior que já tinha conquistado na sua juventude (1987/88).

Aos 30 anos voltou ao Vasco da Gama, onde acumulou as funções de jogador e de treinador. Passou no Gaia e acabou por terminar a sua carreira no clube que o iniciou na modalidade, acumulando de novo as duas funções de jogador e treinador.

Foi internacional português por 18 vezes (12 como júnior e 6 pela selecção A).

Até 2005/06, foi treinador do Vasco da Gama durante 4 temporadas. Logo na primeira, sagrou-se Campeão Nacional, em juniores A (1999/2000).

Veio para Guimarães em Setembro de 2006, e já como treinador do Vitória, Fernando Sá esteve na base de todos os grandes sucessos da modalidade, vencendo 2 Taças de Portugal (2007/08 e 2012/13), o Campeonato Nacional da Proliga de 2006/07,  e o Troféu António Pratas de 2009. Foi vice-Campeão da Proliga em 2007/08.

Apesar de não ser natural de Guimarães, com o seu profissionalismo, a sua maneira de estar e a sua dedicação ao clube, Fernando Sá conquistou o coração dos vitorianos, resgatando o direito de ser justamente considerado como uma Glória Desportiva... Vimaranense...

 

Fernão Rinada



publicado por Miguel Salazar às 20:13
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

Quinta-feira, 21 de Março de 2013
Depenados (6)...




A propósito dos 100 pontos com que aviamos o Benfica na final da Taça de Portugal do passado Domingo, lembrei-me da enorme dificuldade que sempre senti relativamente à escrita de algumas palavras homófonas, como o são "SEM" e "CEM".

Bem sei que uma significa uma quantidade e a outra a ausência de alguma coisa. Agora, qual é qual, é que já é outra conversa.

Por exemplo, neste texto que escrevi logo após o jogo, e que de seguida poderá ler, é bem possível que possa ter dado um ou outro erro, decorrente desta minha dificuldade...

 

O Vitória acaba de esmagar o Benfica, seu adversário nesta final da Taça de Portugal de basquetebol, por SEM - oitenta e um. Foi uma vitória clara e esmagadora, CEM espinhas. Fernando Sá depenou a águia por completo, arrancando-lhe todas as SEM penas que tinha, deixando-a CEM nenhuma. Foi, CEM dúvida, uma vitória daqueles que, CEM medo e com muita humildade. empenho e força de vontade, mostraram que é bem possível ganhar a equipas milionárias, com orçamentos quase SEM vezes mais elevados. A vitória foi absolutamente esmagadora. Foram SEM, mas podiam ter sido ainda mais...

 

Espero bem não ter chegado aos SEM erros, neste texto.

Se calhar consegui. Se calhar, nem SEM palavras, ao todo, eu escrevi...

E até se pode ter dado o caso de ter conseguido escrevê-lo CEM qualquer erro.

Mas, se assim foi, só poderá ter sido mesmo por um golpe de sorte e, nesse caso, aproveito e jogo no EuroMilhões.

Com tanta sorte, quem sabe se não me poderão sair os SEM milhões?

Pelo menos fico CEM a angústia da dúvida...

Mas julgo que não vale a pena manter por mais tempo todas estas interrogações.

CEM dúvida nenhuma !

Está decidido. Vou esclarecer tudo na Wikipédia...

...

Pronto, já percebi !

Afinal, escreve-se "CEM" quando nos referimos à quantidade equivalente a dez dezenas, e "SEM" quando pretendemos referir-nos à ausência de alguma coisa.

Hummmm... Sou bem capaz de ter dado um erro ou outro.

A boa notícia é que já consegui arranjar a solução para nunca mais voltar a repetir estes erros - uma mnemónica absolutamente infalível...

Quando quiser referir-me à ausência de qualquer coisa, escrevo com um "S" de "SUBTRACÇÃO".

Por outro lado, quando quiser referir-me a uma quantidade, escrevo com um "C" de... "CAMPEÕES", mas também de "CAPOTE", "COÇA" e "CABAZADA".

Depois desta final contra o Benfica, estou convencido de que nunca mais irei esquecer esta mnemónica...

 

José Rialto

 

(cartoon publicado no blogue Depois Falamos)

 

post scriptum

Este cartoon pertence a uma série que engloba todas as vitórias sobre o Benfica, na chamada "Era Fernando Sá", e que o leitor poderá visualizar noutro artigo intitulado "a Arte de Bem-Depenar uma Águia" (ver aqui). Esta é portanto a 6ª vez que o nosso treinador depena a águia...


publicado por Miguel Salazar às 08:18
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

Domingo, 16 de Outubro de 2011
"Casting" para Águia Vitória...




Foi mais um sonho feliz que eu tive. Começava assim...

Era o primeiro dia de casting para substituir a águia Vitória. Luís Filipe Vieira entrevistava as aves candidatas no seu próprio gabinete.

Luís Filipe Vieira – Como é que vocè se chama, hum, hum?

Emílio Macedo da Silva – Emílio… Macedo da Silva respondeu, titubeante, de tão surpreendido que estava pelo facto de LFV não o ter reconhecido Então, não me está a reconhecer?

LFV – Não. Não estou a ver…

EMdS – O Milo, portanto, de Guimarães…

LFV – Ah sim, claro. Milú, o gaijo de Guimarães, o homem dos “protocóis”. Sabe que você, Hercílio, hum, hum, foi o único gaijo a quem eu consegui impingir aquele protocolo. E então o que é que lhe aconteceu, homem, hum, hum? Você está todo amassado, parece que lhe passou um camião por cima…

EMdS – É dos treinos. Voar é muito difícil, sabe? Efectivamente, eu atiro-me da muralha do castelo todos os dias, e o chão tem sido demasiado duro… portanto, para a minha técnica de aterragem, e principalmente para a minha cabeça…

LFV – Pois, não deve ser fácil planar com essas asas de madeira.

EMdS – Planar não consigo. Só faço portanto o voo picado. Agora mandei pôr uns colchões cá em baixo, para que nós estêjamos mais protegidos, e a coisa tem andado melhor. Agora, aqui na Catedral, se efectivamente o meu amigo…

LFV – “Amigo”? Eh pá, o gaijo está mesmo convencido que temos uma grande amizade – pensou o Presidente do Benfica.

E EMdS continuou…

EMdS – … mandasse esticar um cabo desde a cobertura do estádio até ao relvado, então eu poderia efectivamente descer de slide. Portanto, era mais seguro para mim, percebe? E sempre me safava, digamos, de mais uma porrada de nódoas negras…

LFV – Pois, pode-se pensar nisso… mas diga-me lá, Hermínio, hum, hum, porque é que você acha que pode ser a águia certa para o lugar certo?

EMdS – Então, porque efectivamente sou benfiquista desde pequenino, e portanto porque os meus amigos sempre disseram que o meu voar tem graça.

LFV – Muito bem. E que serviços relevantes é que o Lucílio, hum, hum, já prestou a esta grande instituição nacional que é o Benfica, hum, hum?

EMdS – Ora, eu sempre teve essa preocupação, digamos, na minha cabeça. Efectivamente, o que eu mais tenho feito desde que estou em Guimarães, é prestar portanto esses serviços relevantes ao Glorioso. Aliás, essa é portanto uma das razões porque me querem pôr de lá para fora.

LFV – E cartas de recomendação, tem, hum, hum?

EMdS – Isso é que já é pior. Tenho uma, do Sandinenses, mas é pequenina. Eu portanto também queria ter uma do Vitória, mas penso que efectivamente não ma vão dar. O que eu penso que efectivamente vou ter é, digamos, a marca duma bota nos fundilhos das minhas calças. Mas portanto penso que o meu passado fala efectivamente por mim: os protocóis, a oferta digamos de grandes promessas do Vitória ao Benfica, a compra de coxos, as portas do Castelo abertas para estagiários benfiquistas, portanto as vendas de lugares cativos no D.Afonso Henriques para os adeptos do Glorioso, e a vassalagem prestada à Gloriosa Nação Benfiquista. O que é que eu efectivamente poderia fazer mais?

LFV – Bem, lá isso é verdade, Emídio. Então, e se você fosse o escolhido, hum, hum, quando é que poderia começar?

EMdS – Da maneira que as coisas estão portanto lá por cima, penso que portanto poderei começar muito muito brevemente.

LFV – E quando vier, você vem sozinho, ó Lucídio?

EMdS – Não, não. Vou trazer portanto o meu amigo Baltar porque efectivamente já lhe prometeram o lugar de Governador do Banco de Portugal. O Baltar é um contabilista no qual percebe muito da problemática da gestão de passivos, e portanto agora é efectivamente muito pretendido. E depois, portanto, também vem o senhor Paulo Pereira, que parece que já tem quase assegurada a compra dos direitos de comercialização dos pasteis de Belém, das queijadas de Sintra e das tortas de Azeitão.

LFV – Muito bem. Ficamos então com este assunto da águia Vitória resolvido…

E era assim que, de uma penada apenas, não só nos tínhamos desembaraçado do nosso problema mais complicado, como também conseguíamos liquidar todas as contas que Milo & companhia ainda pudessem ter com o Benfica.

Ele há sonhos felizes, não há?...

 

José Rialto

 



publicado por Miguel Salazar às 19:00
"link" do artigo | o seu comentário | ver comentários (5) | favorito

Sexta-feira, 10 de Junho de 2011
o lince de Malanje...

E o impensável aconteceu mesmo !

O lince de Malanje tomou de assalto o ninho da águia bicéfala, e quase a devorou.

Graças a prestações de enormíssima qualidade, de entre as quais sobressaiu a do oposto Valdir Sequeira, com 34 pontos marcados, Portugal fez História, ao vencer a 3ª melhor selecção do Mundo, na sua própria casa, por 3-2.

Com este resultado, os "linces" (alcunha dada aos atletas portugueses nesta prova) ajudaram a comprometer o apuramento dos sérvios para a fase final da Liga Mundial de 2011...

 

Actualização (em 18 Setembro 2011)

A Sérvia ficou em 2º lugar do Grupo C da Fase Intercontinental da Liga Mundial, atrás da Argentina, enquanto que Portugal foi o último classificado, atrás da Finlândia. Esta vitória sobre os sérvios foi a última obtida pelos portugueses nesta fase, depois das duas conseguidas em Portugal, contra os finlandeses.

Em Viena (Áustria), a Sérvia acaba de se sagrar Campeã Europeia, ao vencer a Itália na final.



publicado por Miguel Salazar às 18:46
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

Quarta-feira, 25 de Dezembro de 1996
Novo emblema do Benfica...

 

 

 

 

 

 

 

 

"... e porque, tal como dizia no início, sou perfeitamente isento nestas questões clubísticas, não queria deixar de aproveitar esta oportunidade para entregar ao nosso segundo Comandante, o sr Capitão Duarte, a proposta de alteração do emblema do outro grande clube de Lisboa - o Sport Lisboa e Benfica. Também este clube atravessa uma precária situação financeira, e quiçá desportiva, pelo que também a sua direcção estudou, em tempos, a hipótese de fusão deste clube com outros da região de Lisboa. Os clubes seriam o Sarilhense e o Casa Pia, e o novo clube passar-se-ia a chamar "Sport Lisboa e Sarilhos desde a Casa até à Pia". Mas sosseguem-se as almas benfiquistas pois tal não foi aprovado. A minha proposta mantém todos os elementos do emblema, apenas com algumas alterações. A precária situação financeira, e quiçá desportiva, tem as suas implicações na manutenção dos seus elementos, e deste modo surge um pneu de bicicleta... com um furo, um listel... algo descaído, mas mantendo o seu lema, e uma águia altaneira, com o seu ar imponente e feroz, mas... algo depenada. O clube deixaria de ter as iniciais "SLB" e passaria as mais fáceis de decorar "SLFMMSDQ". Deste modo, deixaria de se denominar "Sport Lisboa e Benfica" para se passar a chamar "Sport Lisboa e Fica... Mais ou Menos... Se Deus Quiser."

 

Miguel Salazar, na festa de Natal da CLog6, na cidade do Huambo, em Angola

 



publicado por Miguel Salazar às 01:10
"link" do artigo | o seu comentário | favorito


procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

David e Golias...

Silva(r) Arrow, o jovem í...

Mais águias do que perdiz...

Glórias Desportivas (6) -...

Depenados (6)...

"Casting" para Águia Vitó...

o lince de Malanje...

Novo emblema do Benfica.....

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas