Terça-feira, 5 de Julho de 2016
João Sousa, do Pão de Açúcar para o Corcovado...

 

20160701 João Sousa 2.jpg

 

João Pedro Coelho Marinho de Sousa nasceu em Guimarães, no dia 30 de Março de 1989. Dedicou-se desde muito cedo à prática do ténis e em 2005 tornou-se profissional, quando tinha apenas 16 anos.

João Sousa vive em Barcelona e é treinado por Frederico Marques, no Barcelona Total Tennis Academy.

Antes de chegar à Catalunha, João pertenceu aos quadros do Clube de Ténis de Guimarães.

É o melhor tenista português de todos os tempos, tendo sido o 4º a atingir o Top100 do ranking ATP.

Venceu 2 torneios ATP250: Kuala Lumpur (Malásia, 2013) e Valencia (Espanha, 2015). Foi finalista vencido noutros 5.

João Sousa já obteve 7 vitórias sobre jogadores do top40, 10 sobre jogadores do top30, 2 sobre jogadores do top10 e 1 vitória sobre o então nº 4 mundial (David Ferrer).

Nos torneios do Grand Slam, João Sousa acaba de atingir a 3ª ronda de Wimbledon (2016), já chegou à 3ª do Open da Austrália por 2 vezes (2015 e 2016) e à 3ª do US Open por 1 vez (2013). Atingiu a 2ª ronda de Roland Garros por 3 vezes (2013, 2015 e 2016) e a 1ª de Wimbledon por 2 vezes (2014 e 2015).

Venceu 5 torneios Challenger: Fürth (Alemanha, 2011 e 2013), Mersin (Turquia, 2012), Tampere (Finlândia, 2012) e Guimarães (2013). Venceu também 7 torneios Future.

João Sousa é hoje o 31º melhor tenista do Mundo, muito embora já tenha sido o 28º.

 

Em pares, já venceu dois torneios Challenger (Tampere2010, com Leonardo Tavares, Fürth’2012, com o espanhol Arnau Brugués-Davi) e 9 torneios Future.

Já foi internacional português em várias ocasiões e vai agora representar Portugal nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro (2016).

 

João Sousa foi merecedor de uma homenagem pública, que teve lugar na 7ª Gala do Desporto de Guimarães.

 

Fernão Rinada

 

(caricatura oferecida ao atleta na 7ª Gala do Desporto, Guimarães 2016)



publicado por Miguel Salazar às 22:05
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

Quinta-feira, 6 de Março de 2014
O degrau 44...

 
Quando João Sousa decidiu aceitar a missão no Rio de Janeiro, já sabia que ela não iria ser fácil. Afinal, era uma missão com grau de dificuldade "ATP 500".

O objectivo final era resgatar o troféu que se encontrava junto aos pés do Cristo Redentor. Para ter sucesso, teria de subir o morro do Corcovado, enfrentando cinco agentes inimigos que tudo iriam fazer para o eliminar.

Aquilo que ele não sabia, era quem seriam os seus opositores.

 

 

 

Não fosse o desespero em que entrou David Ferrer quando julgou poder ter de voltar a enfrentar o nosso “Conquistador”, e seriam todos espanhóis. Em pânico, Ferrer preferiu lançar-se do morro do Corcovado, cedendo o seu lugar a Dolgopolov.
Quis a sorte que um dos agentes inimigos fosse o mais temido deles todos - Rafael Nadal.
Marcel Granollers e Albert Ramos não resistiram à força avassaladora do vimaranense. Para Andújar e Dolgopolov, sobreviver também não iria ser fácil, se tivesse chegado a vez deles. Mas para isso, era necessário que João Sousa conseguisse vencer Nadal, o que era... uma Missão Impossível.

João Sousa pode não ter chegado ao topo do Corcovado... mas já vai no degrau 44 do ranking ATP...

 

José Rialto

 

(cartoon desenhado para a revista Mais Guimarães)



publicado por Miguel Salazar às 20:09
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

Sexta-feira, 4 de Outubro de 2013
o Alpinista...

E é assim !  João Sousa não pára de nos surpreender, uma e outra vez.

Há uma semana atrás, o nosso alpinista já tinha escalado até à sua melhor posição de sempre no ranking ATP (77), mas não satisfeito ainda com o facto, eis que acaba de subir mais 26 degraus, e já se encontra na posição 51.

A 30 de Setembro de 2013, João Sousa passou mesmo a ser o Melhor Português de todos-os-temposE passou a ser também o único a vencer um torneio do ATP World TourFoi em Kuala Lumpur (Malásia) que tudo aconteceu, com o João Sousa a derrotar consecutivamente 3 adversários todos eles escalonados entre os melhores 35: o francês Julien Benneteau, o 33º (na final), o austríaco Jürgen Melzer, o 26º (nas meias-finais) e, nos quartos-de-final, o espanhol David Ferrer, que é tão-só... o 4º melhor do Mundo (apenas atrás de Djokovic, Rafael Nadal e Andy Murray).

Verdadeiramente fantástico !

João Sousa, um alpinista vimaranense e vitoriano que escala o ranking ATP quase à mesma velocidade com que o Usain Bolt consegue correr os 100m...

 

Miguel Salazar

 

NOTAS FINAIS

NOTA 1  Este feito é tão grande que quase dá vontade de o esfregar na cara de um indivíduo cujo nome não deve ser mencionado, que resolveu deixar de fora do último Open do Estoril, aquele que já na altura era o melhor tenista português. Mas temos de ser magnânimes no sucesso, e pensar que quem tem uma visão tão distorcida da realidade e não tem o menor sentido de justiça, também não merece sequer a nossa atenção...

NOTA 2  Cheguei a pensar em dar um título a este cartoon que andasse à volta do "chegar" ou "atingir o Olimpo", mas acabei por optar em não o utilizar, pois estou convencido de que melhores alturas surgirão para o fazer. Para quem conseguiu o que o João Sousa já conseguiu com apenas 24 anos, o futuro há-de reservar certamente sucessos muito maiores. Fica então esse título prometido para uma de duas ocasiões: o dia da conquista do seu primeiro título num torneio do Grand Slam ou o dia da sua entrada nos, digamos... 5 melhores do Mundo... É assim, meu caro. Para quem tem tanto talento, só mesmo o Céu poderá ser o limite...

 

(cartoon publicado no blogue Depois Falamos)



publicado por Miguel Salazar às 01:16
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

Sábado, 20 de Abril de 2013
Glórias Desportivas (8) - João Sousa ...

João Pedro Coelho Marinho Sousa nasceu em Guimarães, no dia 30 de Março de 1989.

Dedicou-se desde muito cedo à prática do ténis e em 2005 tornou-se profissional, quando tinha apenas 16 anos.

João Sousa vive em Barcelona e é treinado pelo antigo tenista Francisco Roig, no Barcelona Total Tennis Academy.

Antes de representar este clube catalão, João pertenceu aos quadros do Clube de Ténis de Guimarães.

É o melhor tenista português da actualidade, tendo sido o 4º a atingir o Top100 do ATP.

Em 2011 venceu o Challenger de Fürth (Alemanha). Em 2012 venceu 2 torneios Challengers: (Mersin/Turquia e Tampere/Finlândia) e foi finalista no de Como (Itália).

Participa em torneios do Grand Slam desde 2011, tendo-se ficado pelos qualifiers no Open da Austrália (2011 e 2012), em Wimbledon (2011 e 2012) e no US Open (2011 e 2012).

No Roland Garros'2012 qualificou-se pela primeira vez para o quadro principal, perdendo na primeira ronda para o espanhol Marc Granollers (por 1-3).

No Open da Austrália'2013, qualificou-se directamente para o quadro principal, sendo desta feita eliminado na 2ª ronda pelo escocês Andy Murray (nº 3 do torneio).

A 18 de Março de 2013, João Sousa atinge a sua melhor posição de sempre no ranking ATP, ao conseguir o 86º do Top100.

Em pares, já venceu dois Challengers: o de Tampere2010 (com Leonardo Tavares) e o de Fürth’2012 (com o espanholArnau Brugués-Davi).

João Sousa já foi internacional português em várias ocasiões.

 

Fernão Rinada

 

ACTUALIZAÇÃO (23 Setembro 2013)

Em virtude da sua qualificação para as meias-finais da edição deste ano do ATP 250 de São Petersburgo, João Sousa subiu hoje à posição 77 do ranking ATP.

 

ACTUALIZAÇÃO (30 Setembro 2013)

Ao vencer o Open da Malásia, em Kuala Lumpur, João tornou-se no primeiro português a vencer um torneio ATP. No seu trajecto até à final, João Sousa eliminou David Ferrer, o actual nº 4 do ranking ATP. Com esta vitória, João Sousa também se tornou no Melhor Tenista Português de sempre, ao subir à posição 51 do ranking ATP.

 

ACTUALIZAÇÃO (7 Outubro 2013)

Mesmo sem jogar, João Sousa beneficiou dos ajustamentos subsequentes do Open da China e subiu à 49ª posição do ranking ATP. Desde 30 de Setembro de 2013 que qualquer novo feito por parte de João Sousa passou a ser também uma melhor marca nacional de todos-os-tempos. Foi assim, portanto, que João Sousa se tornou no primeiro português a entrar no top-50. E ninguém o pára mais. Rumo à Glória...

 

ACTUALIZAÇÃO (28 Outubro 2013)

João Sousa sobe à 47ª posição do ranking ATP.

 

ACTUALIZAÇÃO (24 Fevereiro 2014)

João Sousa atinge os quartos-de-final do Open do Rio de Janeiro (foi então eliminado pelo nº 1, Rafael Nadal). Com mais este sucesso, João Sousa sobe à 44ª posição do ranking ATP.

 

ACTUALIZAÇÃO (17 Março 2014)

João Sousa sobe à 42ª posição do ranking ATP.

 

ACTUALIZAÇÃO (31 Março 2014)

Pela 1ª vez, um português atinge a 3ª eliminatória do Quadro Principal de um torneio do ATP1000. Aconteceu em Miami, onde foi eliminado pelo checo Tomáš Berdych (nº 7 do ranking ATP). Com mais este sucesso, sobe à 38ª posição do ranking ATP.

 

ACTUALIZAÇÃO (14 Julho 2014)

João Sousa sobe à 35ª posição do ranking ATP.

 

ACTUALIZAÇÃO (2 Novembro 2015)

João Sousa conquista o seu 2º título do Circuito ATP, no Valencia Open, ao vencer o espanhol Roberto Bautista Agut na final. João Sousa subiu assim à 34ª posição do ranking ATP.

 

ACTUALIZAÇÃO (9 Novembro 2015)

João Sousa sobe à 33ª posição do ranking ATP.

 

ACTUALIZAÇÃO (15 Maio 2016)

João Sousa atinge os quartos-de-final do Open de Madrid (ATP1000), ganhando mesmo um set a Rafael Nadal no seu piso predilecto (a terra batida). João Sousa sobe assim à 28ª posição do ranking ATP.

 

João Sousa #28 15 Maio 2016.jpg

 

(esta caricatura foi publicada no blogue Depois Falamos)



publicado por Miguel Salazar às 20:13
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

Domingo, 1 de Janeiro de 1978
Capítulo 4 - GLÓRIAS DESPORTIVAS VIMARANENSES...



publicado por Miguel Salazar às 17:04
"link" do artigo | o seu comentário | favorito


procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

João Sousa, do Pão de Açú...

O degrau 44...

o Alpinista...

Glórias Desportivas (8) -...

Capítulo 4 - GLÓRIAS DESP...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas