Segunda-feira, 8 de Junho de 2015
Ilustres Vimaranenses (26) - Gil Vicente...

20150608 Gil Vicente.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Mais quero um asno que me carregue do que um cavalo que me derrube"

Gil Vicente, em Farsa de Inês Pereira

 

 

 

 

Gil Vicente nasceu em Guimarães, por volta do ano de 1465.

Há quem defenda a possibilidade de o seu local de nascimento ter sido outro, mas essas hipóteses são menos prováveis. Gil Vicente foi um afamado Mestre Ourives e Joalheiro e uma das suas obras-primas foi a Custódia de Belém. O facto de se ter dedicado a estas artes é um dos argumentos mais fortes que tem levado os historiadores a considerá-lo como tendo origem vimaranense uma vez que, nessa altura, Guimarães era um dos centros mais importantes da Ourivesaria e da Joalharia em Portugal.

Gil Vicente celebrizou-se essencialmente como dramaturgo, embora também tivesse sido poeta. Foi o Pai do Teatro Português, e até do Ibérico. Apesar de existirem registos de vários outros nomes que o precederam, a verdade é que é inegável a sua crucial importância na História da dramaturgia portuguesa. Para além de autor, foi também músico, actor e encenador.

A obra de Gil Vicente no seu todo é essencialmente um retrato satírico da sociedade portuguesa do século XVI. Foi autor de mais de quatro dezenas de peças de teatro, de entre as quais se destacam o Auto da Barca do Inferno e a Farsa de Inês Pereira.

Gil Vicente morreu por volta do ano de 1536.

A Câmara Municipal de Guimarães decidiu honrar o seu mais ilustre dramaturgo, atribuindo o nome de Gil Vicente à rua que liga a Avenida Conde de Margaride ao Largo Navarro de Andrade, e ainda à Escola Básica 2/3, localizada na freguesia de Urgezes.

O seu nome foi também atribuído ao principal festival de teatro da cidade (Festivais Gil Vicente), que se realiza ininterruptamente desde o ano de 1987.

A mais famosa estátua de Gil Vicente, da autoria de Francisco Assis Rodrigues (1842), coroa o frontão da fachada do Teatro Nacional Dona Maria II, dominando toda a Praça do Rossio, em Lisboa.

 

Fernão Rinada

 

Fontes de Pesquisa:

Gil Vicente, na Wikipédia

Estátua de Gil Vicente, em Lisboa (blogue Terra dos Espantos)

Festivais Gil Vicente

Agrupamento Gil Vicente (Urgezes)



publicado por Miguel Salazar às 22:24
"link" do artigo | o seu comentário | favorito

procurar cartoons
procurar por nome/palavra
 
desenhos mais recentes

a Sétima Cruzada da Era M...

O rapaz do Bar...

Bongani Zungu...

Em busca da segunda chave...

A primeira das duas chave...

8º aniversário do “ÁLB’oo...

O homem-forte, o menino b...

Dragão d'Ouro...

Janeiro, o mês do nosso m...

O "déjà vu" de Jorge Simã...

arquivo de desenhos
tudo sobre
tudo sobre
para explorar o blogue
acerca de nós
visitas nas últimas 24h

visitas acumuladas

páginas visualizadas